Translate

quinta-feira, 2 de novembro de 2017

Germinal



Perdida,
mergulhada na loucura
de uma busca no vazio
que te roía as entranhas,
reconheci-te
no grito de raízes soterradas no lodo
em gestos níveos de cal,
hálitos que nasciam da tua boca
em plangentes cantigas de exílio.

Perdi-me
ao procurar a última réstia de fogo
no teu labirinto de gelo,
que percorri sem método
por entre os cotovelos resignados
das tuas feridas,
mas descobri uma estátua rosácea
que se ilumina festiva a cada carícia.

Daí que o calor de um abraço
faça milagres e que,
com o arbítrio das mãos,
te alimentes com as sementes
que no teu ego germinam.



Jaime Portela


50 comentários:

A Nossa Travessa disse...

Caro Jaimamigo

Mais um belo poema que nos apresentas. Bravo!!!!!!!

Mas, em contrapartida não ligas peva à NOSSA TRAVESSA... Espero que vás sem demora que pode acabar-se...

Abç do Henrique, o Leãozão

Beijaflor disse...


Um abraço faz muito milagre
Tudo podendo fazer germinar
E quantas vezes, a porta abre
Para assim se poder, cultivar!

Abraço

Pedro Luso disse...

Caro Jaime o seu poema,"Germinal", não deixa o leitor indiferente, como pode ser visto por este versos:

"no grito de raízes soterradas no lodo
em gestos níveos de cal,
hálitos que nasciam da tua boca
em plangentes cantigas de exílio."


Parabéns, Jaime, pelo excelente poema.
Grande abraço.
Pedro

Gil António disse...

Poema fascinante. Aplaudo de pé.
,
Gostei muito do seu blogue, e por isso me atrevo:
.
A deixar o convite a fim de visitar/em o meu blogue, ainda muito pequenino, muito bebé, mas que irá certamente crescer, fazer-se adulto, com a visita e troca de linkes com quem assim o desejar. Deixo o meu agradecimento.
.
https://brincandocomaspalavrass.blogspot.pt/
.
Votos de felicidades e o meu sincero obrigado.

Cidália Ferreira disse...

Fantástico, maravilhoso!! Amei

Beijos e uma noite feliz

Andreia Morais disse...

Fico sempre encantada com os seus poemas. Maravilhoso!

r: Acredito que sim! Até agora, apenas li aquele livro de Paulo Coelho e, de facto, os vários pensamentos abordados levam-nos a refletir sobre inúmeras temáticas. Fiquei com vontade de ler mais obras suas.

Obrigada e igualmente :)

Lucia Silva disse...

Romantismo e sensualidade se entrelaçam formando essa bela poesia!
Beijos carinhosos!

lua singular disse...

Oi Jaime,
Se fôssemos todos iguais, poderia ter: muitos Jaimes, Dortlis, etc.
Seria muito chato.kkk
A equação foi a mais simples que coloquei para explicar a primeira.
Beijos
Lua Singular

Célia Rangel disse...

Um "Germinal" em volúpias "terminais' delimitam espaços que nunca ficarão vazios em nossas lembranças. Memórias eternizadas.
Abraço.

Pedro Coimbra disse...

Um abraço pode fazer toda a diferença.
Aquele abraço, bfds

Marta Vinhais disse...

A paixão que se eleva... um abraço que ficará sempre na memória...
Obrigada pela visita
Beijos e abraços
Marta

Graça Pires disse...

"Perdi-me
ao procurar a última réstia de fogo
no teu labirinto de gelo"
Não posso deixar de te citar porque é muito belo o que escreves. O calor de um abraço pode resolver tanta coisa...
Um bom fim de semana.
Um beijo.

luar perdido disse...

O calor de um abraço é , tantas vezes, o bálsamo perdido e sofregamente procurado. Um poema de "germinal" encanto e festiva carícia.

Fabuloso dedilhar as palavras, querido amigo Jaime.
Bom fim de semana.

Beijo de luar

Marli Terezinha Andrucho Boldori disse...

Boa tarde, Jaime, um poema com caminhos que nos mostram muitas emoções,
dizem que o abraço cura as doenças da alma, pelo seu poema,podemos perceber muito mais.
O que estava perdido, fez o outro se perder na busca inconstante de encontrar.
Abraço!

Acordar Sonhando . SOL da Esteva disse...

Um abraço afectuoso
Funde o gelo e seca a lama.
Semeado nesta cama
Germinará este gozo.



Abraço
SOL

Reflexos Espelhando Espalhando Amig disse...

Jaime,
que encanto esses
seus versos!
Amo ler e me envolver
palavra
após palavra.
Ótimo fim de semana
pra você e os seus.
Bjins
CatiahoAlc.

Pedrasnuas disse...

"Daí que o calor de um abraço
faça milagres e que,
com o arbítrio das mãos,
te alimentes com as sementes
que no teu ego germinam."

(Germinal é também um romance do escritor Émile Zola. O décimo terceiro da série Les Rougon-Macquart e possivelmente um dos mais famosos.)

Visualizo essa estátua...onde brota vegetação...?

Bela construção poética.

Bom fim de semana, Jaime!

Beijo

Vanessa disse...

Que belo poema querido amigo Jaime!!
Tenha um excelente fim de semana!!

Tais Luso disse...

Daí que o calor de um abraço
faça milagres e que,
com o arbítrio das mãos,
te alimentes com as sementes
que no teu ego germinam.

Muito bonito, Jaime, fechou com chave de ouro!
O quanto faz um abraço!
Beijo, amigo!

Alfredo Rangel disse...

Ah! Jaime, quão irresistível é o amor. O verdadeiro amor, que encontramos durante a vida... Parabéns por produzir estas maravilhas. Um abraço.

Poemas em dó menor disse...

Belíssimo seu poema, Jaime. Gostei muito.

Beijinho.

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Lindo Jaime,você nos toca em versos sempre com palavras apaixonantes.
Adorei.
Bjs,obrigada pela visita e um ótimo domingo.
Carmen Lúcia.

Manuel Veiga disse...

o amor liberta, por isso se diz revolucionário (muita vezes sem o saber). gostei muito de poema, em especial, da penúltima estrofe.

forte abraço, amigo Jaime

São disse...

Muito bonito...

Triste de quem vive em solidão, embora sem grande problemas com o facto

Beijo e bom fim de semana. querido amigo

Suzete Brainer disse...

Tu tens uma expressividade poética evocativa
de sentires tão sublimes.
A tua poesia é sempre repleta de sentires
que semeia o encantamento poético, caro Jaime.
Mais um belíssimo poema!!
Beijo.

Teresa Almeida disse...

Dizem que hoje é o dia do abraço e eu começo por deixar o meu. Com um abraço verdadeiro se derrete o gelo e há abraços que fazem milagres.
Belo poema, amigo Jaime!

Franziska disse...

La estrofa finaal se alentadora porque encuentra una respuesta al sufrimiento, por eso hago hincapié en ella:

Daí que o calor de um abraço
faça milagres e que,
com o arbítrio das mãos,
te alimentes com as sementes
que no teu ego germinam.

Feliz semana. Franziska

Ana Freire disse...

E o calor e a envolvência das suas palavras, Jaime, fazem de cada um dos seus poemas, um abraço perfeito... para todos os seus leitores...
Inspiração no seu melhor, Jaime! Parabéns!
Beijinho! Bom domingo, e uma óptima semana...
Ana

Fá menor disse...

Que um abraço nunca seja recusado.

Bom domingo, amigo Jaime, e boa semana!

Bjs

Bell disse...

Quanta sensibilidade!!!


Gracita disse...

Uma carícia, um afago podem fazer germinar sentimentos guardados no âmago do ser. E que exuberância de poema caro amigo Jaime
Um abraço

rosa-branca disse...

Vesti-me deste teu poema...ás vezes o calor de um abraço faz toda a diferença. Adorei, amei demais! Obrigado pelo incentivo lá no meu canto. Aos poucos vou tentando voltar. Jaime, boa semana e beijos com carinho

Ana Tapadas disse...

Forte e muito belo!

Beijinho amigo e votos de boa semana.

Berço do Mundo disse...

O amor é o remédio para todas as feridas, para o frio e a tristeza. Agora falta cantar o momento seguinte, em que o calor e a ternura substituem o gelo.
Linda inspiração.
Abraço, boa semana
Ruthia d'O Berço do Mundo

manuela barroso disse...

A ternura do calor no terminal do abraço , aquieta a embriaguez dos labirintos
Beijinho , Jaime !😘

© Piedade Araújo Sol disse...

JP

um poema com passagens muito belas, mas, é como dizes

por vezes um abraço sara tantas feridas

boa semana.

beijinhos

:)

Ailime disse...

Muito belo, Jaime!
Um beijinho.
Boa semana.
Ailime

Teresa Isabel Silva disse...

Boas palavras para começar bem a semana!

Bjxxx
Ontem é só Memória | Facebook | Instagram

Liliane de Paula disse...

Vim conhecer seu blog.
Sou péssima para entender poesias, Jaime, mas bem que tento.
Nem posso opinar.
Pelo tanto de comentários, imagino que sejam boas.
Parabéns!

Arte & Emoções disse...

Olá Jaime! Poema belo, profundo e um tanto metafórico.

Abraços e uma ótima semana para ti e para os teus.

Furtado

Diná Fernandes O.Souza disse...

Bom dia Jaime,

Passando pra ler seus preciosos pensares. Que beleza de versos contidos em seu poema, um abraço calorosos é como um bálsamo para um coração ou alma feridos, embora haja braços que não cabem um abraço, e aí nada germina.
Versos sensíveis de rara beleza. Amo ler-te amigo!
Abençoado dia, desejo !
Abraço caloroso!

Bandys disse...

Oi Jaime,
Tão intenso nas belíssimas palavras.
As vezes o pouco sara tantas magoas.
beijos

BETONICOU disse...

Oi amigo Jaime! Como sempre, tão esmero na linguagem, e tão belo no poético....Gosto de ler seus ricos textos. Obrigado pela prazerosa visita! Grande abraço.

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Emotivo poema, muito interessante!

Kalinka disse...

Olá Jaime

Tão bom podermos ter a oportunidade de ler algo belo e simples.
A simplicidade para mim é uma das qualidades
que mais aprecio,
mas está cada dia mais difícil de encontrar pessoas simples e doces.

Agarro-me às tuas palavras
como se fossem minhas
Eu é que podia dizer:
"Perdida,
mergulhada na loucura
de uma busca no vazio"


...tirei uns 5 dias para ir percorrer as praias do Algarve
e da Costa Vicentina, em época baixa...
quase só para mim ...o MAR encantou-me
...
Tive azar,
pois não consegui fazer o tão desejado passeio pelas Grutas, como era o meu sonho,
mas devido ao furacão Ophelia o mar estava picado
e os barcos não podiam correr perigo e não houve os tais passeios

Tenho que lá voltar
(só por isso vim um pouco desanimada)
de resto, foi tudo muito bom.

Espero a tua visita!
Bom resto de semana, Tulipa

Maria Rodrigues disse...

Um abraço pode fazer realmente grandes milagres.
Um poema maravilhoso.
Um abraço
Maria de
Divagar Sobre Tudo um Pouco

Jaime Portela disse...

*******************************************************************************
Caros amigos, obrigado pelos vossos comentários. Voltem sempre.
Entretanto, acabei de publicar um novo poema. Espero que gostem.
Continuação de boa semana.
Saudações poéticas.
*******************************************************************************

Donetzka Cercck L. Alvarez disse...

Lindoooooo,Jaime!

Amor e paixão,sensualidade,em versos com métrica maravilhosa e metáforas magistrais!

Parabéns pelo espaço,amigo poeta.

Obrigada pela visita e volte sempre.

Beijos sabor carinho e uma noite de sábado de paz

Donetzka

Blog Magia de Donetzka

Agostinho disse...

Vim tarde, bem sei.
Mesmo assim, digo-te gostei desta tua liturgia do amor.

Confesso-te a Maroteira que te fiz, há uns minutos. Comentei no teu último editado, de repente, sou assim mesmo, sem corda nem rede. Agarrei no comentário e botei-o (conheces o termo) no meu singelo Mundo. Que entretanto publicarei.
Abraço, agradecido.

Cecilia disse...

Bom dia amigo Jaime,
Apareci apenas para retribuir seu carinho em meu Sintonize, seja sempre muito bem-vindo e também já o tenho em minha lista de Blogs que sintonizo. Que bom que gostou.
Tem postagem nova sobre filme hoje.
Forte abraço.

Cecilia